Escolha uma Página

A gestão ESG avalia as melhores práticas de um empreendimento na área ambiental, social e de governança. Entenda a importância do ESG

Quando falamos em ESG, estamos falando em três pilares relacionados à gestão da empresa: Environmental, Social e Governance (Ambiental, Social e Governança). Além de mitigar riscos, a importância do ESG é ainda maior: agrega valor e pode trazer novas oportunidades para o negócio, já que é possível integrar ESG com estratégias corporativas, melhor governança e maior comunicação entre os acionistas e partes interessadas.

Já falamos aqui que ESG é uma avaliação da consciência coletiva de uma corporação https://annabastos.com/o-que-e-esg/  em relação a esses fatores sociais e ambientais – da forma de pensar e agir, que é essencial para o negócio. Acima dos lucros, é a empresa pensando no bem-estar social de todo o sistema.

No quesito ambiental, as práticas rotineiras dentro do ambiente empresarial fazem toda diferença. São questões que envolvem sustentabilidade.

Já na questão social, o que se avalia é o olhar da empresa para a população em geral e, especialmente, seu público. Envolve inclusão de minorias e apoio à diversidade.

Quanto ao pilar da governança, a gestão deve avaliar os riscos e atuar de forma a evitar danos e prejuízos com corrupção e fraudes. É um pilar baseado na ética empresarial e na transparência nos negócios.

A importância do ESG

Mais do que saber o significado de ESG na teoria, é preciso atuar de forma prática para implementar as ações necessárias dentro da empresa.

A empresa que está atuando em concordância com essas boas práticas terá uma melhor avaliação junto ao mercado já que está, de fato, colaborando para mudar a cultura organizacional, incentivando as pessoas envolvidas no negócio a mudarem também sua consciência e atuando em busca de um mundo melhor para todos.

É com essa visão que os gestores estão adequando suas empresas após perceberem a importância de ESG para seus negócios.

Além das empresas

A empresa que já atua com base nos 3 pilares ESG busca se relacionar com fornecedores que também estão ajustando suas práticas diárias com uma consciência ambiental, social e de governança.

Quando o empresário que se relaciona com outras corporações que entendem os parâmetros ESG e sua importância, ele passa a incorporá-los na própria empresa, ação que é de extrema importância e que evita consequências negativas para a reputação.

Ativos pelo mundo

De acordo com estimativa da Bloomberg Inteligence (BI), em 2025, os ativos financeiros associados aos critérios de ESG devem superar US$ 53 trilhões, mais de um terço do total de US$ 140 trilhões que são administrados no mundo.

O levantamento mostra que o crescimento dos investimentos ESG é uma tendência e que não será passageira. Eles passaram de US$ 22,8 trilhões em 2016 para 30,6 trilhões de dólares em 2018. A união europeia representa mais da metade desses ativos em ESG.

Para saber mais sobre o tema, acesse a página inicial de notícias da equipe Anna Bastos.

Se sua empresa precisar de consultoria para se adequar às práticas da ESG, entre em contato. O Escritório Anna Bastos tem equipe especializada no tema para consultoria de negócios.

Acompanhe Anna Bastos Advocacia também no Instagram!

Quem somos

O Escritório Anna Bastos é bem mais que um escritório de advocacia.

Nossa equipe trabalha com foco em resultado. Entender as demandas dos clientes, trabalhar sempre em prol dos negócios, do aumento da competitividade, diminuição de custos, prevenção de riscos e adequação às normas é a nossa missão.

Anna Bastos é especialista em Negócios Internacionais e Gestão de Riscos e Compliance.

Deborah do Valle é especialista em Propriedade Intelectual e em Gestão de Projetos de Compliance